• Karoline Hoffmann

Avaliações falsas de produtos levam Amazon a mover processo contra empresas



A Amazon, gigante do e-commerce, está processando duas empresas (AppSally e Rebatest) que incentivavam pessoas a fazerem avaliações de produtos em seu site, mesmo sem nunca terem comprado. Embora a ação esteja em andamento na corte norte-americana, nada nos diz que isso não esteja acontecendo aqui também, com avaliações de clientes brasileiros. Portanto, fique ligado!


Além de completamente antiética, a prática também é anticompetitiva, pois estaria servindo para colocar em destaque os produtos de empresas específicas, melhorando o ranqueamento destas no site da Amazon e, consequentemente, aumentando a confiabilidade dos consumidores e o volume de vendas da companhia.


Os clientes que participavam do esquema ganhavam, em troca, alguns mimos, como amostras grátis de produtos, descontos ou, até mesmo, dinheiro. O esquema, entretanto, não está restrito apenas à Amazon – também acontece no eBay e no Walmart, por exemplo.


Isso nos mostra que, quando formos fazer compras online, não dá pra confiar inteiramente nem mesmo nas avaliações de clientes, visto que elas podem ser fictícias. O ideal é sempre pesquisar muito, em diferentes sites e plataformas (inclusive nas especializadas no tipo de produto que você deseja adquirir), antes de efetuar uma compra.


Este post contém informações do portal Tecmundo.


9 visualizações0 comentário