• Karoline Hoffmann

FUI VÍTIMA DE GOLPE NO WHATSAPP. POSSO SER INDENIZADO?


Você certamente já ouviu falar de algum amigo, parente ou até mesmo já foi vítima de algum criminoso que pediu dinheiro via WhatsApp por ter “clonado” o aplicativo de um conhecido.


Quem acabou transferindo valores para estes criminosos pode não conseguir identificar o golpista e ter de volta o seu dinheiro, mas pode sim ingressar com demanda contra a instituição bancária ou contra a operadora de telefonia.


Já temos precedentes sobre o assunto.


Em fevereiro de 2021 a operadora TIM foi condenada a pagar uma indenização de R$ 25.000,00 por danos morais e materiais a consumidor que teve seu número "clonado" e utilizado para solicitar transferências emergenciais a seus contatos.


Em abril de 2021 um banco foi condenado a pagar R$ 5.000,00 a cliente que não conseguiu reverter uma TED de R$ 3.000,00 três minutos após realizada e contestada por se dar conta de que havia sido um golpe.


Entenda que a engenharia social aplicada para induzir a vítima a realizar a transferência de valores funciona de forma a que a pessoa automaticamente pratica a ação solicitada e, após o ato é que racionalmente lembra de já ter ouvido falar em golpe do WhatsApp “caindo a ficha” sobre o que acabou de acontecer.


Mas fique atento, de um modo geral, em ações indenizatórias, o advogado sempre deverá verificar na consulta prévia se a vítima tomou os cuidados mínimos que se esperam de qualquer cidadão médio (quando for o caso de golpes que pedem dinheiro com outro número de telefone que não o da pessoa que conhece por exemplo).


Se você foi vítima deste golpe e precisa de auxílio entre em contato através do nosso Whats ou preencha o formulário que entraremos em contato.


19 visualizações0 comentário