• Karoline Hoffmann

SERÁ QUE SEU CLIENTE GOSTA DE SER ATENDIDO POR UM ROBÔ?


Não sei vocês, mas administrando um escritório não consigo me furtar de ter de entrar em contato com operadoras de telefonia, bancos, etc. Na maioria das vezes, meu problema é resolvido sem eu ter de falar com um humano, mas quando a coisa complica e não te passam para um humano? Eu no caso entro em contato com a agência reguladora do serviço e um humano entra em contato comigo rapidinho, mas e quem não tem conhecimento, fica sem atendimento?


As empresas tem investido cada vez mais em tecnologias para agilizar os atendimentos e economizar em pessoal. Mas ainda enfrentam o desafio em harmonizar o atendimento tecnológico com o humano.


Solicitações como registro de reclamações, auxílios de como proceder, devolução de produtos com defeito ou questões financeiras, são exemplos de temas que o consumidor prefere interagir com humanos, mesmo que eles não resolvam seu problema. O desafio é o constante trabalho com Inteligência Artificial para que ela venha a suprir estas necessidades.


Então, antes que sua empresa comece a perder clientes, ao implementar um SAC com atendimento automatizado, contrate um estudo jurídico sobre o tema. O atendimento automatizado deve estar de acordo com as regras do código de defesa do consumidor.

Importante a consulta com um especialista em Direito Digital, cujo objetivo sempre é harmonizar tecnologia e Direito. Mantendo o crescimento de sua empresa e não criando barreiras jurídicas para tanto.

1 visualização0 comentário